Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


SWAP? What?

 

Sei, por experiência vivida, o que é um swap.

O que é ganhar e perder com um swap.

Com que "armas" negoceiam os bancos para ter um cliente-swap.

O que custa cancelar um swap.

Como se comportam os bancos que fomentam o início do swap e que evitam o fim do swap.

Sei, por experiência vivida, e por minha conta e risco.

E é aqui que reside toda a diferença: quem suporta o risco, quem paga a conta.(?)

O que se está a passar em Portugal é inaceitável, indigno, absurdo.

Já lá vamos.

 

O que é um swap?

Um swap de taxas de juro é um contrato derivado que serve para cobrir o risco da variação das taxas.

Uma dívida, ligada à Euribor, pode usar um destes contratos para eliminar oscilações do valor dos juros a pagar.

Aconteça o que acontecer à Euribor, a empresa recebe o seu valor do banco,e paga a taxa fixa do swap.

Quando a Euribor sobe, paga-se menos, ganha-se.

Quando a Euribor desce, paga-se mais, perde-se.

Nestes casos estamos a falar de swaps simples (plain vanilla, como dizem os «especialistas»...)

Há, no entanto, outros contratos, mais espirituosos, mais exóticos, mais arriscados, mais especulativos (a dependerem, por exemplo, do preço do petróleo!!!).

São estes que estão neste momento em causa. 

 

Como é possível que "gestores" públicos do dinheiro dos outros, do nosso dinheiro, decidam assim pelo nosso risco por nossa conta?

 

Como é possível que alguém assine perdas potenciais de 3 mil milhões de euros em cerca de 50 contratos em seis empresas públicas, de 2003 a 2011?

 

Como é possível que "administradores", ora no governo, ora nas empresas públicas, façam "isto" e depois "disto" nada lhes aconteça?

 

E que dizer da "fina-flor" da banca internacional, grupo dos quais alguns nem aceitam negociar para mitigar perdas?

 

Incompetência? Só incompetência? A sério?

Irresponsabilidade? Só irresponsabilidade? A sério?

 

E se estes Senhores, deste e de outros governos, fossem todos embora e deixassem o país aos que acreditam, tém talento e querem e desejam o melhor para Portugal?

Não somos um excelente povo sempre mal governado.

Mas um somos um povo que em trinta anos de democracia faliu três vezes, sem um único culpado! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D