Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vamos às compras? Sim, vamos. Em Junho ou em Julho?

image.jpgNo interior do continente vai abrir mais um supermercado Continente. Ao lado do Continente vai abrir um Pingo Doce.  É daqui a nada. E num nada de tempo, em Oliveira do Hospital, já vamos poder dizer como se diz em Lisboa e no Porto: fui ao Continente; fui ao Pingo Doce - quem diria?!

Agora sim, ir às compras é estar “in” e a terapia das tias locais já pode ser feita à porta de casa, em grande estilo. Já não falta o Pingo Doce para a festa ser total. Não, não, isto não é publicidade – era só o que faltava! – isto é realidade: é que isto de ir comprar aos “Irmãos” era fixe, mas ir ao ao Pingo Doce ou ao Continente é diferente.

Ai, ai os “Irmãos”! Mudaram o “modus vivendi” da cidade, eram um dos três melhores projectos de empreendedorismo de Oliveira do Hospital dos últimos vinte anos, mas agora vão "ser" o Pingo Doce com  o Continente à porta - grande Rui! 

E a “Cooperativa”. Ai, ai a "Cooperativa"! Continuará viva? 

Vamos às compras?

Nada vai ficar como dantes. Se existir mercado para todos, todos vão ter que encolher. Se não existir mercado para todos, de todos algum vai morrer. O mundo dos negócios é implacável.

Portugal é cada vez mais um país supermercado, um país de comerciantes, mas gera perplexidade ver abrir supermercados em regiões onde cada vez há menos gente, menos emprego e se gera menos riqueza… e falta “cash”.

Vamos às compras? Sim, vá.

 

(ler "Vamos às Compras?", 1ª edição, em ca$h resto z€ro, em 19 de Maio de 2015 )  

(publicado em radioboanova.com em 24 de Junho de 2015, um dia antes da abertura do "Continente Bom dia" em Oliveira do Hospital))     

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:19

Vamos às compras? Sim, vamos. Mas não vamos já.

130px-Pt-ohp3.pngEstá quase. No interior do continente vai abrir mais um supermercado Continente. É daqui a nada. E num nada de tempo em Oliveira do Hospital já vamos poder dizer como se diz em Lisboa e no Porto: fui ao Continente.

Agora sim, ir às compras é estar “in” e a terapia das tias locais já pode ser feita à porta de casa, em grande estilo. Só falta o Pingo Doce para a festa ser total. Não, não, isto não é publicidade – era só o que faltava! – isto é realidade: é que isto de ir comprar ao “Inter” ao “Lidl” ou aos “Irmãos” é fixe, mas ir ao Continente é diferente.

 

Ai, ai os “Irmãos”! Mudaram o “modus vivendi” da cidade, são um dos três melhores projectos de empreendedorismo de Oliveira do Hospital dos últimos vinte anos, mas agora vão ter o Continente à porta. Mesmo à porta, tal como a “Cooperativa”. Em cerca de cem metros, três supermercados. Vamos às compras?

Para Oliveira do Hospital a chegada do Continente é um facto positivo. É investimento, gera movimento, gera emprego, melhora a qualidade de vida das pessoas. Mas nada vai ficar como dantes. Se existir mercado para todos, todos vão ter que encolher. Se não existir mercado para todos, de todos algum vai morrer. O mundo dos negócios é implacável.

Portugal é cada vez mais um país supermercado, um país de comerciantes, mas gera perplexidade ver abrir tantos supermercados em regiões onde cada vez há menos gente, menos emprego e se gera menos riqueza… e falta “cash”.

A onda dos centros comerciais está a acabar mal, multiplicam-se as insolvências. E esta onda de supermercados (e de hotéis)? Veremos.

Vamos às compras? Sim, vamos. Mas não há médicos.

Ui, se os supermercados locais vendessem médicos!? Isso é que era negócio, com a falta que para aí vai…       

 

(publicado no jornal Folha do Centro, 15 de Maio de 2015)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D