Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


15 nomes de 2014

02.01.15

2014 chegou ao fim. Aliás, 2014, parece o ano do Fim. O que inquieta e que não se vê qualquer Começo que clame pela nossa atenção, pelo nosso interesse.   

Nem balanços, nem inventários. O que se segue são 15 nomes dos dias 2014, para memória futura dos dias que se seguem. 

 

Alemanha - É o nome de um país de gente forte, grande, competente e implacável que gera admiração e susto. Até no futebol. Ganharam o campeonato do mundo e assinaram a maior humilhação calçada de chuteiras: 7-1 ao Brasil e no Brasil. Impressionante, para sempre.

Benfica - É o nome do clube nacional que recuperou a magia das vitórias de outros tempos. O peculiar Jorge Jesus comandou o Benfica nas vitórias do Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Supertaça em futebol. Só faltou a Liga Europa, perdida nas grandes penalidades.

BES - É a sigla de um nome: Banco Espírito Santo. Nasceu na Monarquia, cresceu com a Ditadura, sobreviveu à Revolução e morreu em Democracia, 150 anos depois, a 3 de Agosto. E assim deixou de ser o banco de todos os regimes. O fim de um império, que não pará de gerar queixas e processos judiciais. O colapso de um regime e...da PT. Que estrondo.

Carlos do Carmo - É o nome maior da música de Portugal, o fado, e depois de 50 anos a cantar, A (nossa) Voz recebeu um grammy de "Lifetime Achievement". Nunca tinha acontecido. Merecido. Obrigado.

Citius - É o nome do sítio onde está escrita toda a nossa justiça. A anunciada "revolução" da justiça parou o Citius, e sem justiça não há nada. Uma confusão, um desastre, só equivalentes ao que se (voltou) a passar com a caótica colocação de professores.  

Ébola - É o nome do vírus da epidemia de febre hemorrágica que de África alastrou para o mundo e nos voltou a lembrar que, apesar de tanta evolução e tanto aparato tecnológico, a nossa fragilidade é e continua imensa. Em Portugal a Legionela fez de Ébola.

Eusébio - É o nome de um jogador maior de futebol que nos deixou no início do ano, numa partida que comoveu o país e que obrigou o jornal Público a escrever que "Eusébio nunca será suplente na equipa dos melhores de sempre". O Adeus de um Rei. Emocionante.     

Fosun Gold – É um nome que resulta de uma "montagem Chinesa". Fosun é um dos nomes dos negócios da China em Portugal. O capital não tem pátria, nem fala línguas. Quem não tem dinheiro, vende-se. Da China, chega quem pode comprar…energia, seguros, e…Novo Banco? Gold é o nome dos Vistos de mais um "negócio da China" de Tugas e também com chineses. Foram detidos o director do SEF, o presidente do Instituto dos Registos e Notariado e o ministro da administração interna; Miguel Macedo, demitiu-se. Nunca um processo de suspeitas de corrupção tinha chegado tão alto no aparelho do Estado. De olhos em bico, Só Visto(s). 

Islâmico – É o nome de um autodenominado estado (daesh, em árabe) , mais rico, mais influente e mais cruel que Al-Qaeda de Bin Laden. O Ocidente chocou-se com o terror: execuções colectivas, apedrejamentos, crucificações e decapitações, tudo filmado e exibido no youtube pelos jiadistas…que contam nas suas fileiras com milhares de jovens ocidentais, entre os quais, alguns portugueses. Uma brutalidade sem limites. 

Porto. – É o nome da marca em tons de azul e branco de uma cidade bonita à beira-mar. A Europa e o Mundo, com a ajuda decisiva da Ryanair, descobriram o Porto, que ganhou qualidade de oferta, modernidade, urbanidade e cosmopolitismo. E onde tudo é incrivelmente perto e muito mais barato do que em outro destino top da europa. O vinho do Porto também ajudou com a Wine Spectator ao eleger o Dow´s vintage como o melhor vinho do mundo. O Porto marcou o ano do turismo em Portugal. Ponto. 

Ricardo Salgado – É o nome do último banqueiro e fica para história como o Espírito Santo que protagonizou o colapso do grupo familiar. Negou culpas, distribuiu responsabilidades, passou de suspeito a arguido e pagou 3 milhões de euros para ficar em liberdade. O ex-DDT (dono disto tudo) foi eleito pela BBC como o pior CEO do ano de todo o mundo. 

Ronaldo – É o nome de uma estrela mundial, galáctica. O melhor jogador de futebol português é o melhor do mundo. Símbolo maior do Real Madrid, passou o ano a marcar golos, a ganhar troféus e competições e a bater recordes. Incansável, insaciável, tanto que nem parece lusitano. No final do ano, e ainda antes dos 30 anos, foi à Madeira inaugurar uma estátua. A sua. 

Sócrates – É o nome do primeiro ex-primeiro-ministro detido em Portugal. É o nome do preso, que parece andar à solta. 21 de Novembro, meia-noite: o aeroporto de Lisboa era o palco da detenção mais bombástica que este país já viveu. Corrupção, tráfico de influências, branqueamento de capitais e…milhões de euros, são as suspeitas sobre um homem que desperta como ninguém amor e ódio e dá (mais um) trabalho ao juíz mais conhecido em Portugal: Carlos Alexandre. Sócrates não sai dos jornais e das TVs e colocou Évora no mapa de todos os nossos dias. É lá que está preso. Com o número 44. 

Troika – É o nome daqueles que foram embora em Maio, a 17. A saída de Portugal foi mais ou menos, dado que voltarão regularmente, mas o programa de ajustamento acabou. Passaram três anos e mudou-se “o gastei isto” para “o poupei isto”. Não se ganhou a independência, porque um país endividado está sempre dependente e enTroikado. 

Vladimir Putin – É o nome do novo czar dos russos, que suplantou outros nomes como o do super-papa Francisco – que ajudou Obama a fazer as pazes históricas com Cuba - Dilma, Junker, Malala ou Pablo Iglesias do Podemos. Putin anexou a Crimeia, apoiou os separatistas ucranianos, desafiou a Europa e os EUA e fez ressurgir a guerra fria, agora sem Muro de Berlim. Sanções, fortunas bloqueadas, rublo desfeito, não o assustaram, mas parece evidenciar medo com o preço do petróleo, que está em queda livre – quem diria!?

 

15. 2015. Um ano, de novo.

     

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

Natal é todos os dias. Ou quando um homem quiser. Ou quando a frase faz "Parecer". 

 

laco.png

 

« É o bom princípio geral de uma sociedade que se quer uma comunidade, com espírito de entreajuda e solidariedade. De outro modo, ninguém estaria disponível para dar um conselho, uma recomendação ou informação a quem quer que fosse. »

João Calvão da Silva                                                                                                                                                  Professor Catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra 

 

(justificação, em formato "Parecer", do presente de 14 milhões de Ricardo Salgado entregue no BdP) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

O verão, também o verão, parece de pernas para o ar, de tal maneira o ar é fresco.

Ainda assim, três olhares de verão em formato de sugestão. E provocação, para o tempo livre. 

 

 

 

 

 

 

 

 

São as figuras do Verão 2014. São figuras do ano, de sempre, para sempre. 

Um em Portugal, Ricardo Salgado, outro em Espanha, da Catalunha, Jordi Pujol.

Homens de milhões, sucumbiram nos milhões, pelos milhões.

Leia tudo sobre eles. E sobre a queda.

 Sugestão: "O último banqueiro", Maria João Babo e Maria João Gago, Lua de papel.

 

É um novo valor da música nacional com um inspirado nome de Capicua. "Vayorken" (Nova Iorque na linguagem de criança Ana Matos) é a música do Verão 2014, do álbum Sereia Louca.
Para ouvir, ouvir... e ir.
 
Quadrilha
Carlos Drummond de Andrade
           

João amava Teresa

que amava Raimundo  

que amava Maria

que amava Joaquim

que amava Lili  

que não amava ninguém.  

João foi para os Estados Unidos,

Teresa para o convento,  

Raimundo morreu de desastre,

Maria ficou para tia,  

Joaquim suicidou-se

e Lili casou com J. Pinto Fernandes  

que não tinha entrado na história

 

É o poema do verão.

É um poema, podia ser uma fotografia. Uma fotografia deste verão. Ou uma provocação, em poema. O poema da Quadrilha...

...do Verão.  

 

 

 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01

Ricardo Salgado

20.06.14
Ricardo Salgado
Dia 25 de Junho faz 70 anos.
Pegou no banco da família e transformou-o para ser dos maiores de Portugal.
O seu poder estendeu-se a várias áreas. Ao ponto de passar a ser conhecido por DDT – Dono Disto Tudo.
Agora, vai reformar-se da banca.

Foram 22 anos e pouco mais de dois meses como homem-forte do Banco Espírito Santo.

Tão forte e com tanto poder em Portugal que podia ter sido Rei! 

Agora, Ricardo Salgado está de saída...na mesma semana em que o Rei Juan Carlos também deixou o trono.

Na História.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23

«Os 50 mais poderosos da economia Portuguesa - Poderosos 2013» é uma iniciativa do Jornal de Negócios com assinatura, na edição deste ano, de Eva Gaspar, Fernando Sobral e Pedro Santos Guerreiro.

É um trabalho onde se pode ler nas entrelinhas as linhas que ligam quem tem poder em Portugal.

 

Como não podia deixar de ser, o mais poderoso da economia nacional é a poderosa Angela Merkel, pelo 3º ano consecutivo. O banqueiro Ricardo Salgado (BES) é o "nacional" com mais poder na lusa economia.

A edição de 2013 deu a conhecer 13 novos poderosos. Dos 50, apenas 5 são mulheres. Há 8 estrangeiros, 4 dos quais são angolanos. Draghi, Portas e Paulo Azevedo são as maiores subidas. As entradas mais rompantes são de Maria Luís Albuquerque, Pires de Lima, e do Presidente do Constitucional. As saídas mais estrondosas são de Relvas e Gaspar. Advogados, banqueiros, empresáios, gestores e políticos compõem o grosso da coluna, num país que perdeu em poder o que ganhou em instabilidade

http://www.jornaldenegocios.pt/especiais/poderosos_2013.html

 

Esta iniciativa jornalística de qualidade, que anima o verão, associou a cada poderoso uma frase.

Não faltam por aí sítios onde encontrar frases para todos os gostos. Mas estas são as frases poderosas da economia nacional verão 2013 - parte II (24 frases. Não foi atribuída frase a Angela Merkel.).

Boa leitura. E não esquecer que cada frase "tem um rosto" de alguém com - mais ou menos - poder. 

 

 

"Não me importo com o que os outros pensam a respeito do que faço, mas importo-me com o que eu penso sobre o que faço. Isso demonstra carácter".

Theodore Roosevelt

 

"As oportunidades multiplicam-se à medida em que são agarradas."
Sun Tzu

 

"Nós não temos aliados eternos, nem inimigos perpétuos. Os nossos interesses é que são eternos e perpétuos e o nosso dever está em perseguir esses interesses."
Visconde de Palmerston

 

"Coragem é o preço que a vida cobra para garantir a paz."
Amelia Earhart

 

"Quando não se pode derrotar fica-se sócio".
Ulysses Guimarães

 

"Dizem que os que governam são o espelho da República: não é assim, senão ao contrário. A República é o espelho dos que a governam".
Padre António Vieira

 

"A vida é uma escola de probalidades."
Walter Bagehot

 

"As leis não são feitas para o homem bom".
Sócrates

 

"Um homem de Estado não pode dizer tudo".
Fernando Henrique Cardoso

 

"Controle o seu destino ou alguém controlará".
Jack Welch

 

"Não encontro defeitos. Encontro soluções. Qualquer um sabe queixar-se".
Henry Ford

 

"A democracia é um erro estatístico, porque na democracia decide a maioria e a maioria é formada de imbecis".

Jorge Luis Borges

 

"O consumo é a única finalidade e o único propósito de toda produção".
Adam Smith

 

"A política é como fotografia, aquele que se mexe muito não sai".
Jânio Quadros

 

"Devemos ter a chave da nossa casa".
Nicolau I

 

"Lidere, siga... ou saia do caminho".
Ted Turner

 

"Guarda sempre forças em reserva, a fim de que ninguém possa conhecer os limites do teu poder".
Cardeal Jules Mazarin

 

"A liderança é uma poderosa combinação de estratégia e carácter. Mas se tiver de passar sem um, que seja a estratégia".
Norman SchWarzkopf

 

"O amor ao país é a primeira virtude num homem civilizado".
Napoleão Bonaparte

 

"O silêncio não comete erros".
Curtis L. Johnson

 

"Só há uma coisa pior do que lutar com aliados - é lutar sem eles".
Winston Churchill

 

"Fazer política em cima de princípios é o mesmo que caminhar por uma trilha estreita na floresta, carregando uma vara longa entre os dentes."
Otto von Bismarck

 

"Um homem tem sempre duas razões para as coisas que faz: a que soa bem e a real".
J.P. Morgan

 

"Deixem-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não quererei saber quem escreve as leis".

Mayer Amschel Rothschild

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

 

«Os 50 mais poderosos da economia Portuguesa - Poderosos 2013» é uma iniciativa do Jornal de Negócios com assinatura, na edição deste ano, de Eva Gaspar, Fernando Sobral e Pedro Santos Guerreiro.

É um trabalho onde se pode ler nas entrelinhas as linhas que ligam quem tem poder em Portugal.

Como não podia deixar de ser, o mais poderoso da economia nacional é a poderosa Angela Merkel, pelo 3º ano consecutivo. O banqueiro Ricardo Salgado (BES) é o "nacional" com mais poder na lusa economia.

Esta iniciativa jornalística de qualidade, que anima o verão, associou a cada poderoso uma frase.

Não faltam por aí sítios onde encontrar frases para todos os gostos. Mas estas são as frases poderosas da economia nacional verão 2013 - parte I.

No próximo fim de semana será partilhada a parte II e última.

Boa leitura. E não esquecer que cada frase "tem um rosto" de alguém com - mais ou menos - poder. 


"É erro vulgar confundir o desejar com o querer. O desejo mede os obstáculos; a vontade vence-os."
Alexandre Herculano


"Eu tenho mais medo de um exército de cem ovelhas liderado por um leão do que um exército de cem leões liderados por um ovelha."
Charles-Maurice de Talleyrand-Périgord


"Há algo maior que o poder, chama-se justiça."
André Malraux


"Pensar é o trabalho mais difícil que existe, e esta é provavelmente a razão por que tão poucos se dedicam a ele."
Henry Ford


"A tragédia do homem moderno não é ele saber cada vez menos sobre o significado da sua própria vida, é ele preocupar-se cada vez menos."

Václav Havel


"Ninguém vê mais claro nos negócios de outro do que aquele a quem eles mais interessam."
Cardeal de Richelieu


"Ser poderoso é como ser uma senhora. Se tens de dizer às pessoas que o és, então não o és."
Margaret Thatcher


"Quase todos os homens são capazes de superar a adversidade. Mas se se quiser pôr à prova o carácter de um homem, dê-se-lhe poder."
Abraham Lincoln


"A minha fórmula para o êxito: levantar-me cedo, trabalhar até tarde, encontrar petróleo."
Jean Paul Getty


"O poder é um camaleão ao contrário - todos tomam a sua cor."
Millôr Fernandes


"Todo mundo deve actuar no teatro de marionetas da vida e sentir o arame que nos mantém em movimento."

Chopenhauer


"Seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento".
Deepak Chopra


"É preferível capturar o exército inimigo a destruí-lo. Obter uma centena de batalhas não é o cúmulo da habilidade. Dominar o inimigo sem combater, isso sim é o cúmulo da habilidade".
Sun Tzu


"O reactor da economia moderna não é a quinta, não é a fábrica, não é o banco. É a escola."
Peter F. Drucker


"Quando se concede à mulher a igualdade com o homem, ela torna-se superior a ele".
Margaret Thatcher


"O juiz não é nomeado para fazer favores com a justiça, mas para julgar segundo as leis."
Platão


"A diferença fundamental entre Direita e Esquerda é que a Direita acredita cegamente em tudo que lhe ensinaram, e a Esquerda acredita cegamente em tudo que ensina.".
Millôr Fernandes


"Ser mulher é uma tarefa terrivelmente difícil, uma vez que consiste principalmente em lidar com homens."
Joseph Conrad (1857-1924)


"Regra número um: nunca perder dinheiro. Regra número dois: nunca esquecer a regra número um".
Warren Buffet


"Em qualquer magistratura, é indispensável compensar a grandeza do poder pela brevidade da duração".
Montesquieu


"Nunca negociemos sem medo, mas nunca tenhamos medo de negociar".
John F. Kennedy


"Conheço muitos que não puderam, quando deviam, porque não quiseram, quando podiam".
François Rabelais


"A partir de certa idade, quer por astúcia quer por amor próprio, as coisas que mais desejamos são as que fingimos não desejar".
Marcel Proust

 

"A Constituição é uma muralha de papel."
Napoleão Bonaparte


"Governar é fazer acreditar"
Nicolau Maquiavel


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24

4 fotografias.

11.05.13

4 fotografias.

 

Um banqueiro experimentado a dizer a crise que vivemos e a confessar que nunca tinha visto nada assim.

Mesmo lá ao alto, chega o medo.

 

Um anónimo que usa a «net» para dizer ao mundo que Portugal é o Titanic.

Vamos ao fundo?

 

Um actor/encenador a partilhar que aprendeu na guerra que a vida é para estar em dia.

Pois é. E as contas também!

 

Uma máquina fotográfica que torna eterno um abraço de amor, ainda que esmagado pela economia global.

Sim, é a última foto. E vê-se tudo.

Ver.   

"Eu já ando há muitos anos nesta atividade, passei por várias crises e nunca vi uma tão grave. Passei pelas nacionalizações, pelas crises do princípio dos anos 80 na América Latina, estava a residir no Brasil e assisti à falência de vários bancos, inclusivamente nos Estados Unidos. Passei pelas crises de 1987 e todas as que se seguiram até esta, que começou em meados de 2007, e nunca vi uma crise tão profunda, tão grande, tão destruidora de empregos e de riqueza."

Ricardo Salgado - Presidente do BES - Dinheiro Vivo/TSF - Sábabdo, 11 de Maio de 2013

 

"Portugal assemelha-se a um Titanic a naufragar, em que resta no salão de baile um conjunto de lunáticos a dançar a valsa da austeridade."

DNG (não identificado) - Público - Sexta, 10 de maio de 2013

 

"A vida tem que estar em dia, isso aprendi na guerra. Choca-me quando as pessoas acordam mal dispostas, é algo que devia ser proibido. Já vivi com uma pessoa que acordava sempre chateada, dava cabo de mim".

João Mota - Director Teatro Nscional D. maria II - Weekend - Jornal de Negócios - Sexta-feira, 10 de Maio de 2013

 

A fotógrafa Taslima Akhter revelou um abraço de um homem e de uma mulher congelado pela derrocada do edifício Rana Plaza, no Bangladesh. A imagem ameaça tornar-se um ícone da luta contra as condições de trabalho no sector têxtil naquele país.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D