Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O queijo!

14.03.14

Em Portugal, com o incómodo mental de sermos poucos e pequenos, sofre-se com a mania das grandezas, por tudo e por nada! As evocações não lembram ao diabo: a maior ponte do mundo; o maior centro comercial da europa; os melhores fatos do mundo; etc.,etc..

Parece que se disputa internamente um campeonato esquizofrénico sobre quem é que reivindica ter algo único no mundo, ou algo que é o maior do mundo, ou algo que é o melhor do mundo. Quase nunca se sabe como é que foi feito o levantamento, a medida ou a comparação… para se encher a boca com «o maior do mundo» ou «o melhor do mundo».

E onde é que entra o queijo nesta conversa?

O queijo é o queijo Serra da Estrela. Que é bom, muito bom. Mas daí até dizer que é o melhor queijo do mundo, parece demagogia da pior. É demagogia sem sentido, que não faz sentido e que até deixa “sentido” o próprio queijo Serra da Estrela: é uma iguaria gastronómica tão boa, tão característica, tão Nossa, que dispensa disputas tipo Messi-Ronaldo.

O queijo Serra da Estrela DOP não deve meter-se em guerras promocionais com os outros queijos, do país, do mundo, que também são bons, e são muitos. Ao dizer-se que «é o melhor do mundo” estamos também a dizer que todos os outros são piores. Para quê? O que é que se ganha com isso?

Acresce que o queijo Serra da Estrela, como produto-iguaria, é escasso: resulta de uma produção (quase) artesanal, depende da existência de ovelhas de raça definida que precisam de pastores e é produzido sob um clima de uma pequena região.

Pois é, não há forma de fazer este queijo chegar ao mundo para o mundo poder dizer que é o melhor. As ovelhas são poucas, as mãos que sabem fazer o queijo são menos e os pastores contam-se pelos dedos.

Do queijo Serra da Estrela nunca se poderá dizer ser «o melhor do mundo», quando grande parte do mundo nunca o irá provar e provavelmente nunca saberá que este queijo existe.

E fica por aqui a conversa, contornando a discussão do subjectivo da atribuição do trono do «melhor do mundo», que é uma evidência.

Aliás, verdadeiramente o melhor do mundo é juntar os amigos junto a um queijo Serra da Estrela, a um saboroso naco de broa e a um bom tinto do Dão, e desfrutar do prazer de viver.

Vamos esperar que ninguém se lembre de dizer que o Cão Serra da Estrela é o melhor cão do mundo. Cuidado. O animal pode não gostar. E como é cão pode morder. 

 

(publicado no Jornal Folha do Centro, quinta-feira, 13 de março de 2014)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01


1 comentário

De Rita Lobo Machado a 14.03.2014 às 19:13

Muito bom, tal como o queijo Serra da Estrela.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D