Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Temos governo !?

24.07.13

Temos governo!

Fez bem Cavaco ao recuar e em deixar governar quem lá está até ao final da legislatura.

 

Temos governo?

Vamos esperar que sim, ainda que tantos dias pareça que não.

 

Temos governo!?

Parece que sim e ainda bem.

Mas custa ver Portas, depois do que fez, tomar conta disto...  

 

 

(opinião emitida em ca$h resto z€ro/rádio, segunda-feira, 22 de Julho de 2013, em Rádio Boa Nova FM 100.2 e radioboanova.com )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:14


1 comentário

De Abílio Manuel Guerra Junqueiro a 24.07.2013 às 17:29

Dr. Vítor Neves;

Acha!!! Pois eu penso que a crise não passou de uma encenação.
Na noite do dia 6 de Abril de 2013 o Passos, o Gasparzinho e o Cavaco reuniram-se sem pré-aviso em Belém. Nunca ninguém perguntou o que se passou nessa noite mas sei que esse momento serviu para lançar a operação a que deram o nome de código "Portas Seguro".
A ideia seria dar corda ao Portas (e ao Seguro) aguardando pelo momento em que a situação ficasse totalmente podre. Aí, o Cavaco puxava a corda abrindo concorrência entre o Portas e o Seguro por uma solução governativa.
Como se o PS desse o seu apoio ao Governo, o CDS ficava vazio de poder, o CDS teve que se comprometer firmemente com o governo acabando assim com a politica do pé-dentro-pé-fora.
O Seguro acobardou-se com a ideia de ter que dar pelo menos uma ideia para governar o nosso país mas, no entretanto, o Portas ficou amarrado pelo evoluir dos acontecimentos.
Como poderia sair de tal cabeça uma ideia que não fosse já muito batido do tipo:
-Subir as pensões dos mais desgraçadinhos (i.e., de todos);
- Subir o salário mínimo;
- Acabar com a austeridade;
-Alguém que fale grosso à senhora Merkel que o Holland não consegue.
A melhor forma de nos fazerem ver que o nosso emprego é bom é porem um estagiário ao nosso lado que se oferece para nos substituir por metade do salário.
Se o Cavaco quisesse de facto um acordo PSD+PS+CDS, esta frase não faria sentido pois as noticias eram de que não haveria acordo. Também não faria sentido afirmar na comunicação ao país que a semana de negociações tinha sido um sucesso.
Correu tudo bem porque o Cavaco+Passos+Gaspar não queriam o acordo PSD+PS+CDS mas apenas queriam que o Portas se compromete-se na governação deixando a constante campanha eleitoral e a ilusão de que é um grande estratega politico.

No curto-prazo ficou pior do que estava no dia 15 de Maio mas, no longo-prazo, ficou melhor.
Como as coisas estavam no dia 15 de Maio, o Gaspar ia ser o bombo da festa do congresso do CDS e não havia a menor hipótese dos cortes acordados no memorando de entendimento (os 8.3MM€ assinados pelo Sócrates e que agora estão reduzidos a 4.7MM€) não poderiam avançar pelo que, em finais de Agosto, teríamos um chumbo certo no 8.º exame.
Como estão hoje as coisas, o Portas tem que trabalhar nos cortes e não pode mais vir dizer que discorda pois o Cavaco meteu-o a vice-primeiro-ministro com a condição de haver coesão governativa.

Vamos aguardar pelos desenvolvimentos.

Cumprimentos
Guerra Junqueiro

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D