Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Marcelo DOP

15.03.16

Marcelo-festa-queijo8-580x333.jpg

Este texto é uma nota. Sendo assim, faça favor de anotar: cinco de Março de dois mil e dezasseis, o dia mais mediático de sempre da história de Oliveira do Hospital.

Anotou? Guarde, por favor.

Não vai ser para breve que uma coisa assim volte a acontecer ou que qualquer assim possa ser mais: tantas TV's, tantas Rádios e tantos Jornais em Oliveira do Hospital, no mesmo dia.

Tudo começou num casamento, onde eram convidados: Marcelo ainda era candidato, Alexandrino já era Presidente. E logo ali o Presidente assinou o acordo com o candidato para este vir à festa do queijo como Presidente…da República.

O homem não faltou. Marcelo, chegou, falou, sorriu, abraçou, cumprimentou, comeu, beijou, bebeu e até se deixou ser confrade do queijo...e tirou “selfies” com meio-mundo - ai tantos afectos...no Facebook.

A visita do Presidente eleito, antes de ter ido a pé tomar posse, fez da 25a edição da festa queijo, uma edição histórica e ganha.

Importa agora escrever que foi um golpe de asa brilhante de Alexandrino. O Presidente “daqui”, tal como já escrevemos aqui, atravessa o seu melhor momento como autarca. Puxou-se para cima nas guerrinhas locais, apurou o faro político e gere cada vez melhor o que é um trunfo na política: contactos, relações, ou como chamamos na gestão, “networking”.

Com Marcelo na agenda das visitas, pouco importava, no contexto promocional e mediático, a hora de chegada (atrasada) do ministro da agricultura, ou se os "colegas" autarcas e outros "figurões" da vida pública nacional vieram ou quantos eram...

Marcelo é o homem do momento em Portugal e naquele momento estava em Oliveira do Hospital. Não deve ter existido um português que não tenha assistido à glorificação mediática da festa do queijo...e das PME excelência de Oliveira Hospital - mais um tiro certeiro de Alexandrino, "obrigar" Marcelo a homenagear os empresários e empreendedores locais.

Podemos questionar: o que vai mudar e melhorar em Oliveira do Hospital, depois da visita de Marcelo e de tanto mediatismo?

A resposta pode ser com outro "podemos questionar": que mal fez a Oliveira do Hospital a visita de Marcelo e o mediatismo?

O dia seguinte deu todas as respostas. Bastava passear pelo jardim ou pelas redes sociais: Oliveira do Hospital rejubilou com o que se passou.

José Carlos Alexandrino sabe que quem não aparece, esquece.

E o povo não esquece quando aparece.

 

(publicado no jornal Folha do Centro em 15 de Março de 2016) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D